Informações sobre a disciplina

Prof. Responsáveis: José Henrique de Hildebrand e Grisi Filho (grisi@vps.fmvz.usp.br)

Colaboradores: Marcos Amaku (amaku@vps.fmvz.usp.br), Francisco Ulloa (monitor PAE, doutorando)

Página no Facebook: facebook.com/groups/vps126.vet81/

Carga horária total: 60 h

No. de alunos por turma: 80 (oitenta)

Requisito: MAE116

Departamento: Medicina Veterinária Preventiva e Saúde Animal

Período: Integral 

Objetivos

Espera-se que os alunos sejam capazes de:

  • formular problemas que envolvam análise estatística em Medicina Veterinária, em termos de hipóteses estatísticas a serem testadas;
  • identificar as variáveis de origem biológica envolvidas, se quantitativas ou qualitativas;
  • analisar saídas de programas de análise estatística, para responder à pergunta inicial formulada no teste de hipóteses;
  • avaliar qual o teste estatístico mais adequado para a análise dos dados de um determinado problema.

Unidades temáticas

  • Tipos de variáveis e fontes de variabilidade relacionados a dados de origem biológica.
  • Medidas de tendência central e de dispersão.
  • Concordância de testes diagnósticos.
  • Características de algumas distribuições estatísticas (Normal, binomial, Poisson).
  • Métodos de amostragem e cálculo de tamanho de amostra para estudos observacionais.
  • Testes de hipóteses. Análise de uma amostra.
  • Comparação de 2 e k amostras (abordagens paramétrica e não-paramétrica).
  • Associação entre variáveis biológicas.
  • Correlação e regressão linear.

Avaliação

  • Exercícios
  • Provas escritas
  • Apresentação de seminários

Bibliografia básica

  • Notas de aula.
  • Petrie A, Watson P. Statistics for Veterinary and Animal Science. Blackwell Science, Oxford, 1999.
  • Zar JH. Biostatistical Analysis. 3.ed., Prentice-Hall, London, 1996.
  • Vieira S. Introdução à Bioestatística. 3.ed. Campus, Rio de Janeiro, 1980.
  • Magalhães MN, Lima ACP. Noções de Probabilidade e Estatística. Edusp, São Paulo, 2002.

Bibliografia complementar

  • Silva NN. Amostragem Probabilística. Edusp, São Paulo, 1998.
  • Berquó ES, Gotlieb SLD, Souza JFP. Bioestatística. EPU, São Paulo, 1980.
  • Norman GR, Streiner DL. Biostatistics: the Bare Essentials. 2.ed., B. C. Decker, Hamilton, 2000.
  • Thrusfield M. Veterinary Epidemiology. 2.ed., Blackwell, Oxford, 1995.
  • Johnson RA, Bhattacharyya GK. Statistics: Principles and Methods. 3.ed., Wiley, Nova Iorque, 1996.
  • Chase W, Bown F. General Statistics. 2.ed., Wiley, Nova Iorque, 1992.
  • Anderson RM, May RM. Infectious Diseases of Humans: Dynamics and Control. Oxford University Press, Oxford, 1992.

Critérios de avaliação


O cálculo da média final (MF) será efetuado da seguinte maneira:

MF = 0,2 P1 + 0,2 P2 + 0,2 E + 0,4 T 

onde P1 indica a nota da primeira prova, P2 a nota da segunda prova, E a nota dos exercícios práticos e T a nota do trabalho (seminário).

A nota dos exercícios será a média de todos os exercícios propostos.

O critério de aprovação é o seguinte:

Se MF<3,0 e freqüência >70% ⇒ REPROVADO

Se 3,0<=MF<5,0  e freqüência >70% ⇒ RECUPERAÇÃO

Se MF>=5,0  e freqüência >70% ⇒ APROVADO

Se freqüência <70% ⇒ REPROVADO